Está de mudança? Veja 5 práticas para evitar que os móveis estraguem

Mudar para uma nova residência cria muitas expectativas e alvoroço nas pessoas, que querem chegar logo no novo lar e organizar seus pertences, deixando o visual da casa ou apartamento do seu jeito. As novidades positivas trazem, geralmente, ânimo renovado. Entretanto, se o serviço de deslocamento não for bem planejado e cuidado, ao invés de animação, os novos moradores poderão ganhar uma tremenda dor de cabeça.

Os móveis são os itens normalmente mais atingidos, podendo sofrer arranhões e quebras, e até mesmo perder partes desmontadas no meio do caminho. Para fugir desse tipo de situação, não deixe de conferir as cinco dicas que separamos para você!

1. Não tente remover os móveis pesados sozinho

É comum que as pessoas tenham, além do tradicional zelo, até um certo ciúme com objetos raros e mais caros, como grandes obras de arte, pianos, vasos de grandes proporções, peças de mármore, entre outros artigos e móveis dessa categoria.

No entanto, justamente por conta do peso excessivo, deve-se deixar que os funcionários da empresa contratada façam o transporte e cuidem do processo. O importante é verificar, antes da contratação, se a equipe é qualificada para o manuseio e acondicionamento de mobília mais delicada e frágil.

2. Use plástico bolha

Esse material é uma das melhores opções para que os móveis fiquem bastante protegidos do contato com outros objetos, não só durante o transporte no veículo de mudança, mas também no momento de serem colocados e retirados do caminhão. Uma transportadora qualificada deve trazer plástico bolha em quantidade suficiente para sua casa a fim de envolver os objetos frágeis. Dependendo do tipo de móvel, papelões e jornais. Fitas adesivas poderão ser igualmente utilizadas.

3. Chame quem fez os móveis sob medida para desmontá-los

Mesmo que pareçam simples de serem desmontados, os móveis feitos sob medida devem ser manuseados, preferencialmente, pela pessoa que os confeccionou. Afinal, é esse profissional que terá o conhecimento adequado para desfazer e depois remontar as peças do objeto, de modo que o móvel seja bem conservado para a utilização na nova casa.

4. Não movimente seus móveis sobre o piso

Quanto aos móveis convencionais, os profissionais da empresa devem também ser treinados para desmontar e embalar adequadamente as estantes, camas e sofás modulares, por exemplo. Isso significa que quem contratou o serviço não precisa empurrar ou arrastar a mobília sobre o piso, mas deixar o trabalho para ser feito da maneira correta pela equipe da transportadora.

5. Separe os móveis de acordo com o ambiente

Procure reunir o máximo possível seus pequenos objetos de decoração e mobília de menor porte em caixas, de maneira a separá-los conforme o ambiente. Aqui, o plástico bolha também pode ser utilizado na proteção de itens delicados. Escreva também, sobre as caixas, o nome do cômodo de destino de cada uma. Separar os itens vai ajudar na organização da nova casa, possibilitando menor movimentação dos objetos e, com isso, diminuindo os riscos de quedas, trincos e avarias.

Você está prestes a se mudar? Já pensou em como vai levar sua mobília para a nova residência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *